Buscar
  • Lótus Investimentos

O que é um gestor de investimento? Importância, funções e regulamentação

O gestor de investimento é aquele que administra os recursos, através das decisões de compra e venda de ativos, que pode ser através de operações dentro de uma carteira física de clientes ou então através de um fundo de investimento.


De forma ideal, seus investimentos devem ser pautados sob uma estratégia e planejamento financeiro adequado, de maneira que você distribua seu dinheiro em ativos que sejam interessantes para o seu perfil e de acordo com o que você planeja.


No entanto, as pessoas têm outras tarefas, trabalhos e funções em suas vidas, fazendo com que se tenha um tempo limitado para que se possa avaliar os investimentos de maneira adequada e assertiva.


Adquirir conhecimento no mercado financeiro por si só não é uma tarefa fácil, e mesmo adquirindo, é importante acompanhar de perto e a todo instante, os cenários políticos e econômicos que tangem o Brasil e o mundo, além das novidades e mudanças de perspectiva em diferentes segmentos.


Qual a importância de um gestor de investimentos?


As coisas acontecem de forma muito dinâmica pelo mundo e isso não difere nos investimentos. Algum ativo interessante para investir agora, pode não ser daqui um tempo. Além disso, um mesmo investimento pode não ser adequado para diferentes pessoas, o que gera a necessidade de investimentos diferentes para cada tipo de investidor.


Desse modo, copiar os investimentos de alguém ao invés de construir o seu próprio não é a escolha mais inteligente a se fazer, podendo não ter os mesmos resultados e não atender aos seus próprios interesses. Desse modo, quando não sobra tempo para pensar com cuidado nos seus investimentos, o resultado disso pode ser uma má gestão dos próprios recursos.


Existem diversas decisões importantes a se tomar na hora de investir:

  • Qual estratégia adotar?

  • Quais classes de ativos adquirir?

  • Quais ativos adquirir dentro de cada classe?

  • Como otimizar a relação risco-retorno?

  • Quanto comprar de cada ativo?


Como o tempo é o recurso mais escasso e valioso, delegar seus investimentos a um gestor pode ser muito mais interessante para que você não tenha essa preocupação para responder essas perguntas, nem se aprofundar no conhecimento técnico do mercado financeiro, e assim, utilizar sua energia, esforço e tempo a outros aprendizados que você deseja ou até mesmo descansar e fazer as coisas que gosta.


Quando você deixa seus recursos na mão de um gestor para que ele possa investir por você, o investidor está trazendo para sua carteira de investimentos todo o conhecimento que aquele gestor possui, além da segurança de que você precisa para não se preocupar a todo instante sobre o que fazer ou quais decisões tomar com seus ativos.


Quais as certificações que o gestor precisa ter? Qual regulamentação seguir?


Para ser um gestor de investimentos no Brasil é preciso da certificação CGA (Certificação de Gestores ANBIMA). Para isso, é preciso passar por uma prova no qual o indivíduo será avaliado se os conhecimentos e competências que ele possui estão aptos para assumir a função de gestor de investimentos.


Nessa avaliação é realizada em diversos módulos, fazendo com que o candidato a gestor tenha um conjunto de conhecimentos diversos no mercado financeiro. Além disso, os conceitos que foram aprendidos e essas competências serão refletidas no desempenho prático do gestor.


Uma vez como gestor, este passará a todo momento por uma maturação, reavaliação de estratégias e do que for plausível se aplicar no cenário atual, condizentes com as estratégias voltadas ao perfil de investimento que se adota, tanto da gestão em si como dos interesses do próprio cliente.


Além disso, o gestor precisa seguir qualquer regra referente à regulamentação própria colocada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), através das instruções 555 e 558, que asseguram que os gestores concordem com práticas de conduta, políticas e diretrizes padrões na gestão de investimentos, oferecendo ainda mais confiança e credibilidade aos seus clientes.


Como um gestor pode trazer resultados ainda mais efetivos em seus investimentos?


Por ser constantemente cobrado pelo seu desempenho, um gestor precisa sempre estar se atualizando e aperfeiçoando sua performance. Isso ocorre porque mesmo com a certificação, dificilmente uma gestora deixará que o gestor construa um book se ele não tiver uma performance satisfatória, que é avaliada no curto, médio e também longo prazo.


Construir um book, como acabou de ser citado, significa construir alguns modelos de investimentos próprios, através dos fundamentos aos quais estão alinhados com a ideia do gestor, de modo que se tenham estratégias que gerem valor e desempenho no futuro.


Vale ressaltar que a os ganhos do gestor estão diretamente relacionados a sua performance. O gestor ganha dinheiro à medida que traz resultados e um bom desempenho para a carteira de investimentos do cliente, uma vez que recebe uma participação desses lucros.


Desse modo, ocorre um alinhamento de interesses entre o cliente e o gestor que acaba sendo positiva para ambos, já que é importante para os dois que a carteira de investimentos tenha uma boa rentabilidade.


Em suma, é importante dizer que a experiência e a resiliência de um gestor acabam sendo fatores essenciais para a maturação de seu trabalho e da construção de performances mais efetivas ao longo do tempo, no perfil de investimento que se adota.

Posts recentes

Ver tudo